sábado, 6 de outubro de 2012

Novas criações : Alimento Vivo

Oi!! Então está ficando díficil de vir aqui postar! Tenho muitas coisas para fazer durante essa fase pré-vestibular... Tenho que ler 6 livros!!

Ok, as minhas antigas criações de grilos e baratas morreram!! Acho que o esconderijo que fiz em casa, com cascalho, criou uma espécie de fungo e foi matando pouco a pouco... Eu não tinha visto porque ficava embaixo de uma caixa de ovo...

Decidi fazer tudo certo dessa vez, deixar tudo limpo e tudo muito simples, já criei um Armário só para isso... O antigo armário da Colônia da Princesa Atta, foi o lugar escolhido, já que eu já tinha uma estrutura feita.
De acordo com as dicas de criadores, o que temos que fazer para ter um desenvolvimento legal da criação:

Para os Grilos e Baratas:


Aqui vão as recomendações para que tudo dê certo:

-Temperatura :

Tem que se manter em torno de 24º C ~ 32º C

Use uma lâmpada para conseguir essa temperatura. Mantenha os insetos no escuro, é recomendado um caixa plástica de cor escura, ou de madeira.

Lampada vermelha para aumentar a temperatura.

Caixas de criação, sempre com as devidas passagens de ar. (A caixa de cima tem
na parte da tampa).

Termômetro para checar a temperatura regularmente.


-Alimentação:

Deve ser composta de frutas e vegetais frescos (Melão, maçã, couve, alface, beterraba etc...    Não se esqueça de trocar o alimento, pois é perecível e pode matar todos os insetos!).
   Podem ser alimentados também com ração ou mistura de farinhas (Um complemento, é sempre necessário manter os grilos bem alimentados e não só cheio de proteínas, vitaminas e minerais!) :

Farinha 1:

500g de Feijão Preto triturado:


1kg de Trigo para Kibe:


500g de Leite em pó Integral



1 kg de aveia em flocos (Deixe 500g em flocos e 500g triturado)



Se quiser, adicione ração de cachorro, mas com isso a farinha vai ficar mais perecível e vai ter que ser trocada a cada 2 semanas, sem a ração 1 mês (4 semanas).
Misture tudo num pote grande e deixe a mistura num pequeno pote dentro da caixa de criação.


Caixa de criação das baratas. Farinha na tampa de baixo e algodão molhado em cima.

-Água: 

Para criar insetos é preciso ter um pequeno pote com um algodão ou papel molhado, que será a fonte de água para eles. Caso você deixe a água num pote / tampa eles facilmente irão morrer afogados e não é isso que você quer! Então em qualquer fonte de água, (não importa se for uma única gota, os filhotes podem vir a morrer, impedindo o crescimento da criação) coloque um algodão ou papel!

Grilos, sujando o algodão e comendo a beterraba.
Acabei de ver vários ovos nesse algodão,  também com fezes.

-Reprodução:

Depois do acasalamento, as fêmeas irão procurar um local úmido para desovar, use um pequeno pote com musgo, ou areia úmida. Deixe as fêmeas depositarem os ovos, depois de 1 dia veja se existem pequenos filetes brancos, que são os ovos, nesse substrato (Areia / musgo). Se existirem, tire esse da caixa dos adultos e mantenha em um local com temperatura entre 24 até 31 graus. (Na menor temperatura, demora 2 semanas para eclodirem os ovos). Sempre mantenha essa areia úmida, borrifando água uma ou duas vezes durante esse período de incubação. Sempre faça intercalado:

1 pote com areia no terrário dos adultos, quando este apresentar os ovos, retire dessa caixa e ponha em outra, e aproveite para substituir esse pote que você retirou. Para manter as fêmeas sempre produzindo e acelerando a criação.

Habitat:

A caixa de criação deve possuir:
1- Esconderijo: - Feito a partir de caixas de ovos ou qualquer tipo de papelão, simulando um entulho.
2- Pote com água: - Pode ser tampa de copo de requeijão ou qualquer recipiente que os insetos conseguirão acessar. (Lembre-se de colocar um algodão ou papel e checar todos os dias por ovos)
3-Pote com alimento: Esse deve ser checado
4-Pote com areia úmida: Para oviposição das fêmeas.

Lembre-se de trocar o jornal ou o papel toalha na parte de baixo da caixa, pois irá acumular fezes, urina, pedaços de alimentos e insetos mortos.

Para os Tenébrios:

-Temperatura

Se desenvolvem de 28 até 32 graus. Menos que isso há um retardamento na criação. São de hábitos noturnos e são fotofóbicos, não suportam a luz, como também as minhocas.


-Alimentação

É usada a mesma farinha que foi usada nos Grilos e Baratas. Se quiser, há outros tipos de receitas, como essa:

Farinha:

-1kg de Amendoim Triturado
-1kg de Aveia triturada
-500g de Mucilon
-500g de Leite em Pó Integral
-500g de Trigo para Kibe

Pronto, outro tipo de receita, mais desenvolvida para os tenébrios, já que são larvas de Besouros do Amendoim
As três fases do ciclo de vida de um besouro do amendoim ( Larva, pupa e adulto, da esquerda para direita)


A criação é feita em DUAS caixas separadas. Essas caixas são nomeadas, caixa de Recria e caixa de desova, as larvas ficam na caixa de recria e as pupas e adultos na caixa de desova. Quando as larvas da caixa de recria se tornarem pupas, são jogadas na de desova. E quando aparecem larvas na de desova, vão para de recria. E o ciclo se repete.

Caixa de Recria, tem 2 papeis pois assim que as larvas forem se transformar em pupas
elas irão para o meio desse papel. 

A Caixa de criação deve sempre permanecer parcialmente aberta ou com algum furo para troca de ar.

OBS: Deixe pedaços grandes de aveia ou outro grão, não triture tudo. Pois assim o ar consegue passar entre os espaços, já em pó, dificulta a passagem de ar no fundo do pote (Onde as larvas geralmente ficam, por ser mais escuro).


É isso aí, qualquer dúvida ou sugestão de criação pode comentar!

Nenhum comentário: